chevron_left Voltar

Como a água “dura” pode prejudicar nossos cabelos?

Como a água “dura” pode prejudicar nossos cabelos?   Água rica em cálcio e magnésio pode prejudicar os fios de cabelo e a nossa pele. Veja como minimizar os efeitos Você já teve a sensação de que seus cabelos ficaram mais pesados e sem brilho depois de um banho? Essa sensação pode ser real e […]

Como a água “dura” pode prejudicar nossos cabelos?

 

Água rica em cálcio e magnésio pode prejudicar os fios de cabelo e a nossa pele. Veja como minimizar os efeitos

Você já teve a sensação de que seus cabelos ficaram mais pesados e sem brilho depois de um banho? Essa sensação pode ser real e a razão disso é a água com qual você lava seus fios. Em alguns lugares do mundo, principalmente em certos países europeus, como Itália, Alemanha e Inglaterra, e até mesmo em algumas cidades brasileiras, a água usada no dia a dia tem mais cálcio e magnésio. 

A concentração dessas substâncias é o que deixa a água “dura”, como é conhecida popularmente. Beber água com cálcio e magnésio é bom para o nosso organismo – mas lavar os cabelos com ela, nem tanto.

O que a água dura faz com os cabelos?

 

A concentração de magnésio e potássio eleva o PH da água, deixando-o maior que o PH dos cabelos. Com isso, a água abre a cutícula dos fios, deixando-os sem brilho, secos e embaraçados. O excesso de minerais também resseca o couro cabeludo, causando descamação. Além disso, ela prejudica a lavagem ao não produzir muita espuma e deixa muitos resíduos nos fios.

Para evitar maiores problemas caso você more ou viaje para um lugar que tenha esse tipo de água para lavar os cabelos, é preciso mantê-los sempre bem hidratados, seja previamente ou após a lavagem. Cosméticos com agentes quelantes também diminuem o efeito da alcalinidade da água dura, minimizando seus efeitos.

 

chevron_left Voltar